Mandic Wiki

mandic hosting



Meu site está com vírus, como resolver?

A Mandic não interfere no conteúdo do seu site, portanto, procure verificar a origem desse arquivo infectado e troque suas senhas de acesso por segurança.

 

 

 

Para remover o arquivo infectado de sua área de hospedagem siga os passos abaixo:

 

  • 1. Certique-se de ter um anti-vírus confiáveis e atualizado em sua máquina local;
  • 2. Faça o download de todos os arquivos do site para esta máquina com o anti-vírus atualizado;
  • 3. Execute o scan em todos os arquivos do site;
  • 4. Caso seja identificado algum vírus, remova-o;
  • 5. Após certificar-se que todos os arquivos do site estão livres de vírus, faça o upload dos mesmos para a sua área de hospedagem.
  • 6. Reveja o arquivo index do seu site para identificar se há algum iframe que chama o vírus de outro local, pois pode ser essa a causa do problema.

 


São programas desenvolvidos para fins ilícitos e podem ser organizados em várias categorias como:

 

  • - Vírus;
  • - Worms;
  • - Cavalos de Tróia (Trojans);
  • - Backdoor;
  • - Keylogs;

 

Entre os fins ilícitos destacamos:

 

  • - Interceptações de senhas;
  • - Spam;
  • - Fraudes bancárias (Phising Scam).

 

No caso de malware, recomendamos um "check-site" (scan) do site www.dominio.com.br através do http://sitecheck.sucuri.net.

 

Para que a classificação (Malware) de seu site seja removida, após se certificar que todos os arquivos de seu site não possuem mais scripts maliciosos, é necessário solicitar uma reavaliação ao Google através do link Ferramentas para webmasters https://www.google.com/webmasters/tools/home?hl=pt-BR, localizado na opção “Próximas Etapas” do endereço http://www.google.com/safebrowsing/diagnostic?site=[informe seu domínio].

 

Obs.: Para solicitar a remoção, é necessário que você tenha cadastro no Google ou já possua uma conta no Gmail.

Também recomendamos o site Stop Bad Ware http://www.stopbadware.org pertencente a um órgão que recebe notificações de domínios que possuam scripts ou arquivos maliciosos em sua área de hospedagem, além de fornecer informações e dicas para evitar este tipo de incidente.

Veja também

 

 


É fato que linguagens de programação como PHP possibilitam criar sites dinâmicos, mas a utilização de “linguagens poderosas” sem boas práticas de programação segura pode motivar a criação de aplicações web com sérios problemas de segurança.

 

Recomendamos aos programadores de aplicações web procurar mais informações sobre os problemas de segurança em sites feitos com php e outras linguagens de programações dinâmicas, sobre as boas práticas de programação segura e também detalhes sobre as principais falhas exploradas. Para isso destacamos alguns links relevantes do site do projeto OWASP (Open Web Application Security Project), que reúnem informações muito importantes para desenvolvimento de aplicações web: www.owasp.org